Nada de barraquinhas

Ação retira ambulantes do Centro de Linhares. Tô sem chão, diz vendedor de água de coco

A ação começou bem cedo, nesta terça (29).

29/10/2019 09h12Atualizado há 1 mês
Por: Redação

Uma equipe da Prefeitura de Linhares, acompanhada da Guarda Civil Municipal, começou a terça-feira (29) com uma ação de retirada de ambulantes das calçadas e calçadões das vias do Centro de Linhares. Imediatamente alguns dos autônomos, sobretudo os que vendem água de coco, procuraram a nossa Redação. "Só queremos trabalhar e ganhar o sustentos dignamente", foi a frase unânime diante do repasse da situação.

Os vendedores afirmaram que foram orientados a saírem de seus locais de vendas, e que se desobedecessem a orientação, teriam os carrinhos e produtos recolhidos pela equipe. "Disseram (os integrantes da equipe) que lojistas estão reclamando. Mas, como? Nós cuidamos do lixo produzido, nós vendemos produto in natura que não é vendido nas lanchonetes e outro comércio, nós temos fregueses que nos agradecem pela água de coco disponível, nós queremos apenas trabalhar", disse um dos ambulantes.

Outro vendedor de água de coco disse que partiu para a atividade quando viu que não conseguia emprego. Ele trabalhava de carteira assinada em uma empresa da cidade e não teve outra alternativa, segundo informou. Com 36 anos, o ambulante disse que sustenta o filho de 9 anos, e que a esposa também trabalha fora, pois a família paga aluguel e as despesas fixas não teriam como ser supridas se apenas ele trabalhasse.

Vendedor de águia de coco há pouco mais de 5 meses, o homem obtém um valor líquido diário que varia entre R$ 50,00 e R$ 70,00. Ele trabalha 7h às 17h30. "Nós vamos nos reunir, e decidir o que fazer. Se juntar todos que vendem produtos nas ruas aqui no Centro, chegamos a umas 40 pessoas. Todo mundo só quer ganhar dinheiro honestamente. Eu estou sem chão", explica o leitor.

Nós buscamos por detalhes sobre a ação, junto à Prefeitura de Linhares. Estamos aguardando a resposta. Veja abaixo:
A Prefeitura de Linhares não nos respondeu, apenas enviou release sobre a ação, com título "Prefeitura realiza ações de orientação aos ambulantes de Linhares". Um dos parágrafos diz que "Até o momento, já foram orientados 150 ambulantes, dos quais 57 foram notificados por irregularidades. Em uma das ações, por exemplo, um reboque foi multado por estar estacionado em local proibido. O proprietário, que era condutor do reboque, estava com a habilitação vencida, e o carro com o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) atrasado."

39comentários
500 caracteres restantes.
Seu nome
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
VEJA TAMBÉM
Ele1 - Criar site de notícias