Destaque

Destaque: Salário que de quase R$ 11 mil cai para R$ 1,5 mil, nada de férias e 13º para vereadores de Linhares

A população não esqueceu, e a polêmica continua...

28/11/2019 19h58Atualizado há 2 semanas
Por: Redação

Nada de férias, nada de décimo terceiro salário e nada de aumento salarial. Muito pelo contrário: De cerca de R$ 6 mil, a remuneração mensal cai para pouco mais de R$ 1,5 ou seja, cerca de um salário mínimo e meio a partir de 2021.

É assim que a Câmara Municipal de Linhares ganhou o destaque da semana, e a prática teve início na segunda-feira, oficialmente, dia que acontecem as Sessões Ordinárias na Casa.

Entre os destaques da referida Sessão Ordinária, o histórico 25 de novembro, conforme informado pela assessoria de imprensa, contou com a manutenção dos vetos, com a unanimidade dos votos, “que concordam em derrubar o Projeto de Lei 75/2019, sobre a concessão de férias acrescida do terço constitucional e do décimo terceiro subsídio destinado aos vereadores, e também derruba o Projeto de Lei 5597/2019, que fixa em R$ 10,9 mil (dez mil e novecentos reais) o subsídio mensal dos vereadores para a próxima legislatura”.

Ah, e ainda tem a polêmica em torno do número de vereadores, agora apenas 9. Com a radical mudança, a população quer saber: Haverá o mesmo número de interessados a disputa para uma vaga de vereador nas eleições do ano que vem em Linhares?

Pois tudo que foi citado acima aconteceu segunda-feira (25). A apresentado o Projeto de Resolução 5500/2019, lido no plenário, aquele, da redução histórica no chamado subsídio, que na verdade é o salário fixado em R$ 1.543,00 (hum mil quinhentos e quarenta e três reais) os subsídios mensais para a legislatura de 2021 a 2024, com validade a partir de 1° de janeiro de 2021, volta a aguçar a pergunta: Haverá o mesmo número de interessados a disputa para uma vaga de vereador nas eleições do ano que vem em Linhares?

Relembrando, tem uma Comissão Especial que foi composta para dar parecer ao projeto de Emenda à Lei Orgânica nº 5501/2019 que dá nova redação ao artigo 13 da Lei Orgânica municipal, altera e revoga parágrafos, fixando o número de vereadores da Câmara Municipal de Linhares. Vamos trocar  tudo isso em miúdos? A atual legislatura quer ser a última com 13, e deixar espaço para que a próxima tenha 9 edis  na Câmara Municipal de Linhares.

Caso você ainda não saiba, essa Comissão é composta pelos vereadores Tobias Cometti (Presidente), Gelson Luiz  Suave (Relator) e Pedro Joel Celestrini (Membro). O parecer deverá ser elaborado em 15 dias, a contar do dia da Sessão. E 2019 deve terminar com todas as novidades acima, que era o que o povo clamava: O menor número de vereadores possível, com o menor salário possível.

16comentários
500 caracteres restantes.
Seu nome
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
VEJA TAMBÉM
Ele1 - Criar site de notícias