HGL Linhares

Paciente foge do HGL, pega carona e vai parar no Residencial Rio Doce

Moradores pedem ajuda para

04/12/2019 08h23Atualizado há 2 dias
Por: Redação

Um paciente fugiu do Hospital Geral de Linhares (HGL), no bairro Araçá, pediu carona e foi parar no Residencial Rio Doce, bairro Aviso. As informações chegaram a nossa Redação através de um morador, mas ele não soube informar se o homem voltou para o hospital ou foi reintegrado à família.

Leu? Morador do Planalto pede que ocupantes de apartamentos de condomínio fechado parem de jogar lixo na rua

O leitor disse que as fotos em destaque "rolaram" em um grupo do residencial e que também foram publicadas juntamente com um apelo, para que a família do homem que seria morador do bairro Interlagos, tomasse conhecimento do fato. "Ele ficou sentado nos abrigos de ônibus, parecia desorientado", resumiu.

Nós não conseguimos contato com a família do paciente, e estamos aguardando retorno da demanda junto à Prefeitura de Linhares, motivo pelo qual não divulgaremos o nome do paciente e cobrimos o rosto dele. Observem que o homem está com roupas do citado hospital. Voltaremos com as informações cedidas pela Prefeitura assim que a demanda for respondida.

Atualizada às 09h39 - Uma leitora disse que o paciente teria recebido alta, e que ela teria presenciado quando o paciente saiu do hospital com um parente que teria se responsabilizado em devolver a roupa do hospital. Não foi informado, contudo, o que o homem fazia, à noite e sozinho, sentado em um abrigo de passageiros de ônibus, ainda com asa vestes que pertencem ao HGL.

Atualizada às 17h50 - A Prefeitura de Linhares respondeu a demanda às 16h23 com a seguinte nota: "O Hospital Geral de Linhares informa que o paciente recebeu alta e saiu do hospital acompanhado do irmão e que apura os motivos dele estar trajando a roupa do hospital."

2comentários
500 caracteres restantes.
Seu nome
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
VEJA TAMBÉM
Ele1 - Criar site de notícias