Nove

Homem teria abusado de nove crianças em Rio Bananal

Uma é filha e as outras são sobrinhas dele

Eu Vi em Rio Bananal

Eu Vi em Rio BananalBlog Eu Vi em Rio Bananal

26/08/2017 09h29
Por: Redação

Uma ocorrência atendida pela Polícia Militar na noite desta sexta-feira (25), no interior de Rio Bananal, Norte do Espírito Santo, complica a vida de um homem de idade não informada e que teria abusado sexualmente de cinco crianças, todas do sexo feminino, sendo quatro sobrinhas e uma que é filha dele. Uma jovem de 19 anos disse que os abusos contra ela começaram quando a mesma ainda tinha sete anos de idade. Tudo está relatado no Boletim Unificado 33710899. Os nomes das vítimas e do investigado, por motivos óbvios, não podem ser divulgados.

O BU cita que os militares que atenderam a ocorrência conversaram com as vítimas e o relato aponta que tais abusos tiveram inicio há alguns anos, mas a pessoa que fez a denúncia ficou sabendo do crime apenas nesta sexta e chamou a policia.

Uma jovem de 19 anos disse que os abusos contra ela começaram quando ela tinha entre seis ou sete anos de idade; já uma menor de 16 anos disse que começou a ser alvo dos abusos sexuais quando ela tinha cerca de seis anos de idade. Uma menina de 11 anos informou que os abusos começaram quando ela tinha cinco anos de idade, outra, de 10 anos, disse que os abusos começaram quando ela tinha a mesma idade na vítima de 10 anos.

Medo

Ainda segundo o BU, as vítimas relataram que não falaram nada antes aos seus pais por medo de represarias, e que tomaram coragem de denunciar os abusos nesta sexta por temerem que a menina mais nova, de apenas dois anos de idade, passe pelo mesmo drama.

Segundo ainda relato das vítimas contidas no BU, outras quatro primas menores também foram molestadas pelo investigado. A PM explica que na hora que atendeu a ocorrência, as outras quatro vítimas não se encontravam no local e ainda não sabiam que investigado havia sido denunciado.

Ainda de acordo com o BU, como os abusos já vêm acontecendo há anos e na data que atendeu a ocorrência não houve abuso contra as vítimas, os pais das mesmas receberam a orientação para comparecerem a Delegacia da Polícia local no primeiro dia útil, para oficializar a denúncia contra o investigado.

3comentários
500 caracteres restantes.
Seu nome
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
VEJA TAMBÉM
Ele1 - Criar site de notícias